Exposição “Solar, o sobrado nº 3 da Rua do Carmo”

O Solar da Marquesa de Santos como documento arquitetônico e arqueológico

Esta exposição traz ao público alguns aspectos históricos do Solar da Marquesa de Santos, que abriga, desde o ano de 1992, a sede do Museu da Cidade de São Paulo. O imóvel — única construção residencial urbana em taipa de pilão ainda existente na cidade — tem o nome e ocupa a memória de uma parcela de habitantes de São Paulo devido à sua moradora mais famosa: Domitila de Castro Canto e Melo (1797-1867), personagem de enorme representação sociopolítica na sociedade paulistana a partir de meados do século XIX. O casarão também envolve o imaginário popular com falsas suposições alusivas ao cotidiano da relação da Marquesa de Santos com Dom Pedro I, o que não corresponde ao período em que ela residiu no Solar.

A exposição resgata fatos históricos que permitem auxiliar a compreensão da evolução do edifício ao longo de quase duzentos anos, determinada, em grande parte, pelo crescimento e pelo desenvolvimento da cidade a partir do final do século XIX, gerando novas demandas de uso e transformando radicalmente o entorno do Solar (praça da Sé, av. Rangel Pestana, parque Dom Pedro e Pátio do Colégio), tendo o nome da rua, nesse período, mudado três vezes. Organizada pela arquiteta Regina Helena Vieira Santos, com a colaboração das arqueólogas Paula Nishida e Camila Pedron Del Pozo Gregorio, a mostra resulta da parceria institucional estabelecida entre o Museu da Cidade de São Paulo e a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP), com a colaboração do Dipartimento di Architettura dell’Università degli Studi di Firenze.

O Solar é aqui abordado como documento arqueológico e arquitetônico, a partir da investigação feita por estudantes da FAU-USP nos acervos do Arquivo Histórico Municipal e do Departamento do Patrimônio Histórico, que trouxeram à luz pesquisas que serviram de base para as intervenções de restauro realizadas nas décadas de 1970 e 1990.

Marcos Cartum
Diretor
Museu da Cidade de São Paulo
Departamento dos Museus Municipais

Solar, o Sobrado nº 3 da Rua do Carmo
Curadoria: Regina Helena Vieira Santos

Solar da Marquesa de Santos
Rua Roberto Simonsen, 136 – Sé – São Paulo – SP (próximo à estação Sé do metrô)

27 de fevereiro de 2021 a 24 de abril de 2022
Terça a sexta, das 10h às 16h. Sábados e Domingos, das 10h às 17h.
Entrada gratuita, sem necessidade de agendamento ou retirada de ingresso.
Serviço educativo disponível 



Intérprete em libras disponível, com agendamento prévio a partir do e-mail: educativomuseudacidade@gmail.com

©Monica Caldiron, 2021