O Museu da Cidade de São Paulo exibe na Casa Modernista a exposição GIULIO ROSSO, com obras e reproduções do artista, sob curadoria de Regina Teixeira de Barros

Giulio Rosso (Firenze, Itália, 1897 – Guarujá, Brasil, 1976) desenvolveu grande parte de seu trabalho na Itália e fixou residência em São Paulo logo após a II Guerra Mundial. Concebeu o mosaico que foi executado em 1946 no salão do Edifício Matarazzo, atual sede da Prefeitura de São Paulo, e, em 1959, realizou outro painel de grande dimensão para a Indústria Reunida São Jorge. Na mesma década, projetou os elementos decorativos do Cine Trianon. Rosso também contribuiu para a transição do estilo tradicional para o moderno na cidade, elaborando projetos de mobiliário e de interiores para residências. Sua formação na Academia de Belas Artes de Fizenze possibilitou-lhe atuar em múltiplas linguagens, como ilustração, design, pintura e mobiliário.

A exposição, segundo a curadora Regina Teixeira de Barros “apresenta um recorte da produção do artista-decorador, com o intuito de recuperar sua vasta e diversificada contribuição para a modernização do design de interiores tanto na Itália, quanto no Brasil”.

As obras que integram a mostra pertencem ao Arquivo Giulio Rosso e são preservadas pela família do artista.

A Casa Modernista, construída pelo arquiteto Gregori Warchavchik (Odessa, Ucrânia, 1896 – São Paulo, Brasil, 1972) em 1927, integra o acervo edificado do Museu da Cidade de São Paulo e é considerada um legado ao patrimônio arquitetônico do país.

Exposição: Giulio Rosso

Curadoria: Regina Teixeira de Barros

Casa Modernista/Museu da Cidade de São Paulo

Rua Santa Cruz, 325 – Vila Mariana, São Paulo – SP

De 21 de novembro de 2020 a 18 de abril de 2021

Terça a domingo, em horário reduzido das 11h às 15h.

Serviço educativo disponível

Entrada franca �u}���