Buffoni, desenhos para a modernidade

Um muralista italiano em São Paulo

A obra de Bramante Buffoni moveu-se sobre diversos suportes e escalas. Entre a pintura, as artes gráficas, a cenografia, a decoração de interiores e o muralismo, o artista italiano realizou a maior parte de sua obra em São Paulo, onde fixou moradia no início da década de 1950. 

Destacam-se, nessa trajetória diversificada, as muitas marcas que Buffoni deixou na configuração moderna da paisagem paulistana com os painéis artísticos presentes em edifícios – de autoria de arquitetos também italianos, que se estabeleceram aqui no mesmo período –, como é o caso das galerias na área central da cidade. Nesse sentido, a produção do artista pode ser considerada precursora das intervenções que cada vez mais ocupam nossas ruas.

A exposição reafirma o eixo curatorial da Casa Modernista – reconhecido legado desse movimento estético ao patrimônio nacional, e que em breve será restaurado – no sentido de resgatar a memória e incentivar a reflexão sobre a produção moderna na capital paulista. 

Com curadoria da pesquisadora Patricia Freitas, a mostra traz ao público um conjunto expressivo da diversificada trajetória de Buffoni, em sua representativa atuação como artista moderno que dialoga com a cidade e a indústria. 

Marcos Cartum

Diretor
Departamento dos Museus Municipais
Museu da Cidade de São Paulo

©Vic Von Poser, 2021

Buffoni, desenhos para a modernidade

Casa Modernista | Museu da Cidade de São Paulo
R. Santa Cruz, 325 – Vila Mariana, São Paulo – SP (próximo à estação Santa Cruz do metrô)

18 de setembro de 2021 a 24 de abril de 2022
Terça a sexta, das 10h às 16h. Sábados, domingos e feriados, das 10h às 17h.
Entrada gratuita, sem necessidade de agendamento ou retirada de ingresso.
Obrigatório o uso de máscara.
Serviço educativo disponível.

  
Intérprete em libras disponível, com agendamento prévio a partir do e-mail: educativomuseudacidade@gmail.com

©Vic Von Poser, 2021