Casa da Imagem inaugura a exposição TOMBO

Ao longo dos últimos 20 anos a Prefeitura de São Paulo tem incorporado a tecnologia digital em seu cotidiano. A substituição de procedimentos nesse longo período representou mudanças na mentalidade dos servidores públicos, que passaram a conectar-se por meio de máquinas.

A ampla disponibilidade dessa nova tecnologia impôs o abandono do sistema analógico, consolidando o uso de câmeras e processamentos digitais de imagem. No Museu da Cidade de São Paulo, as coleções em negativo foram rapidamente digitalizadas em sua quase integralidade, e os arquivos digitais migraram para o sistema informatizado. O novo paradigma permitiu o arquivamento de documentos em papel, a conservação dos acervos analógicos e a coleta e a preservação dos equipamentos fílmicos.

Em 2012, ao visitar a Reserva Técnica de Fotografia do Museu da Cidade, a artista Rochelle Costi deparou-se com o recolhimento desses materiais e com o consequente distanciamento que os usuários passaram a manter com a tecnologia que se tornou obsoleta. Na instalação Tombo, realizada originalmente em 2012 na Casa da Imagem, a artista reintroduziu alguns desses equipamentos no contexto poético contemporâneo, ativando novos sentidos e a memória do sistema analógico.

Na circunstância de rupturas presente em nosso tempo, o Museu da Cidade de São Paulo remonta essa instalação, provocando reflexão e atenção para as transformações do sistema de pensamento e de produção cultural.

Marcos Cartum

Diretor

Museu da Cidade de São Paulo

Departamento dos Museus Municipais

 

Visitação: terça a domingo, das 9h às 17h
Serviço educativo disponível:educativomuseudacidade@gmail.com
Entrada franca

Casa da Imagem
Rua Roberto Simonsen, 136B
Sé – São Paulo-SP

Abertura: sábado, 13 de julho de 2019

Facebook
YOUTUBE
INSTAGRAM